Patricia Ferraz - A música em mim

Minha foto
Niterói, RJ, Brazil
Produtora Cultura e Lighting Designer. Tornou-se conhecida por assinar a curadoria, direção de produção lighting designer, agenciamento artístico em projetos, shows, programas de TV, com alto reconhecimento de público e da crítica especializada. Atua no cenário cultural desde 1994. Desde 2007 vem ministrando pelo Brasil o Curso de Produção Cultural e Workshop de Iluminação APRENDA COM QUEM FAZ , também com um retorno expressivo de público e imprensa. Nesse trilhar já formou mais de 400 alunos e continua na estrada com o curso, onde ensina de maneira prática os segredos dos bastidores em produção e na iluminação em shows. Bem vindos ao meu universo musical.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

DIVULGANDO MÚSICA BOA

De volta ao Rio depois de ministrar o curso de produção APRENDA COM QUE FAZ em Brasília, volto ao blog para deixar com vocês a agenda dos próximos shows de Lucina em maio/2009.
Lucina vai estar se apresentando em Salvador, Uberlândia, Rio de Janeiro e Brasília.
Para os leitores que não conhecem o trabalho de Lucina fica aqui uma dica , vale a pena conferir e divulgar esses shows ao amigos.

Semana passada comentei aqui o Projeto que Marianna Leporace vem assinando. Atendendo a pedidos, deixo alguns links dos videos registrados no dia por Marisa Porto para que vocês possam saborear um pouco de música boa.
Salve o YouTube, Myspace e afins mas ir aos shows e ouvir ao vivo é bem melhor, eu garanto.
Vale ressaltar aqui também que não basta visitar o blog. Comentem, mandem suas sugestões, aproveite esse espaço que também é de vocês.
Seu comentário faz a diferença! Vamos manter esse canal aberto de informação , bate papo e divulgação.

Foto: Alexandre Moreira
*SALVADOR: 01 e 02 de MAIO(sexta e sábado) às 20:00.
HORA: 20:00 - Projeto Música Pantaneira com Tetê Espíndola, Lucina, Jerry Espíndola e Alzira E
Local: Salão Nobre: Rua Carlos Gomes, 57 Centro
*UBERLÂNDIA: 14 DE MAIO (quinta feira) às 20:00.
Projeto Música Pantaneira
*Convidado Especial: Zeca Baleiro
Local: Teatro Rondon Pacheco Uberlândia - MG
*RIO DE JANEIRO: 27 DE MAIO (quarta feira) às 12:00 .
*Projeto Lucina convida Joyce
Entrada FrancaLocal: Teatro do TCEPc da República, 70 - Centro
* BRASÍLIA : 30 e 31 de MAIO (sábado e domingo)
Projeto Música Pantaneira
Teatro da Caixa / DF.
*Informações de shows e vendas de CD e DVD de Lucina

*DICA DO BEM: Divulguem a Música Popular Brasileira!

Bom final de semana
Beijos sonoros
Patricia Ferraz

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Papo regado a chopp gelado por Flávio Carpes

Ah....logo eu que sou tão pontual, acabei me atrasando e não pude escrever o blog da quinta passada....peço desculpas a quem, por ventura, possa ter sentido falta. Digo por ventura porque poucas pessoas têm a iniciativa que Patrícia teve de abrir um espaço desses e ainda dividí-lo com amigos, mas para manter este espaço vivo é necessário que as pessoas entrem e comentem. Logo na minha primeira entrada aqui, eu propus um debate sobre o estado e os destinos do rádio carioca. Depois, em duas vezes que escrevi por aqui sobre música brasileira, na primeira houve alguns comentários e na segunda só um, da própria Patrícia. Achei que eu não estava agradando. Talvez houvesse até essa chance se alguém entrasse e lesse. Depois, na última terça, a Patrícia entrou aqui e falou sobre o novo trabalho da Lucina. E nenhum comentário. Aquele silêncio de dar medo. Será que o que falta é tempo? Não acredito. Divulgação? Pode ser. Mas acho mesmo que falta acima de tudo o espírito de fazer com que esse cantinho vire um grande fórum de debates, uma enorme sala de visitas, onde cada um queira realmente estar em contato com os outros e discutir assuntos, como se bate um papo numa mesa de bar. Papo regado a chopp gelado. Ah....é isso que está faltando. Um chopp bem gelado. Garçon.....traz mais uma rodada!!!! Saúde!
Flávio Carpes

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Marianna Leporace convida

Hoje tenho o prazer de falar aqui no Blog de uma artista madura , mulher guerreira e intérprete rara.
Estou me referindo a Marianna Leporace.

A primeira vez que ouvi Marianna Leporace foi no Vinícius Bar em 1999, confesso que fiquei encantada com a voz e talento dessa moça.
Nesse roda viva de produções nem sempre tenho tempo para assitir a todos os shows que rolam por aí.
Acho que a última vez que encontrei Marianna "ao vivo" foi na época em que ela estava gravando o CD POP Acústico, registro que merece muitas estrelas e aplausos a Marianna como intérprete .
Desde então venho acompanhando o crescimento e trabalho de Marianna, pela imprensa, internet ... Ouvindo sempre muitos elogios.
Essa semana estive no Conversa Afinada em Ipanema assistindo o talk show que Marianna vem regendo com enorme musicalidade e talento. A convidada dessa noite foi Lucina, cantora e compositora de altíssima qualidade musical.

Foto: Guilherme Leporace

Confesso aqui minha surpresa ao ver a desenvoltura dessa artista em conduzir a noite. Bate papo regado a humor inteligente, aconchego e muita qualidade musical. Me senti como se estivesse na sala da casa de Marianna e com o coração muito aliviado ao constatar a enorme importância desse projeto onde Marianna vem fazendo um belo levantamento dos compositores da Música Contemporânea Popular Brasileira.
Intercalando conversa, música boa e sorissos, Marianna interage com o público, abrindo espaço para que a platéia faça perguntas ao artista convidado da noite.
Na platéia a presença de artistas e compositores entre eles, Fernando Leporace, Célia Vaz, Danny Reis, Denilson Santos...
Nessa noite de casa cheia, foram abordados tópicos de extrema importância nos dias de hoje como: A questão do Jabá nas rádios, televisões e casas noturnas e a importância de recolhimento de direito autoral.
Breve estarei falando aqui dessas questões citadas acima e também relatando a atuação no mercado musical dos artistas independentes.
Para esquentar ainda mais o blog vou falar a respeito de profissonais novatos se intitulam " produtores culturais" .
Para saber mais a respeito da carreira de Marianna Leporace deixo com vocês alguns links.
www.myspace.com/mariannaleporace
www.myspace.com/foliade3
http://www.mariannaleporace.blogger.com.br/

* Dica do Bem: Leitores do blog, apreciadores da Música Brasileira, formadores de opinião, produtores e artistas em geral , saiam da toca! Se faz necessário divulgar, comparecer e aplaudir projetos como esse de Marianna.
Daqui a pouco embarco para Brasília onde estarei ministrando o curso de produção cultural APRENDA COM QUEM FAZ , dias 25 e 26 de abril.
Bom final de semana!
beijocas sonoras e solares
Patricia Ferraz

terça-feira, 14 de abril de 2009

AS ÁGUAS

Depois de uma semana corrida, volto ao blog para agradecer as mensagens que venho recebendo parabenizando esse espaço .
Hoje divulgo aqui o CD As Águas , poesias de Nazilda Corrêa interpretadas por Lucina e gravado no Estúdio AVELLARDOCELAR.
Nazilda Corrêa é poeta, letrista, leitora do mundo nascida e residente em Belém.

O CD esta no mundo depois que Lucina ( cantora e compositora) consentiu em ser intérprete , emprestando sua linda voz e talento.
No mercado das trocas simbólicas essa é uma expressiva forma de mostrar o reverso.
Se a moeda tem duas facetas: uma cara se mostra e a coroa do produto assim construído é metal precioso, bem mais belo que o ouro - O sonho.
Mais forte que o diamante - O Vento!
Assim o universo abrigando o convergente acolhe o beijo do vento espalhando-o em muitas direções para aconchego de alguns.
Enfim, esse é um tempo de flores. Hora de voar!

Orgulhosamente assinei a produção executiva e divulgação desse lindo trabalho

Ficha Técnica:
Lucina: trilha original , violão e voz
Mário Avellar: técnico, inserções, arranjos midi e montagens
Patricia Ferraz: produção executiva , divulgação e assessoria de imprensa
Cynthia C: desing gráfico

Vendas on line: nazilda.c@uol.com.br
Para ouvir e voar junto :
video

DICA DO BEM: Preserve as águas do planeta !
Até já,
beijos sonoros
Patricia Ferraz

quinta-feira, 2 de abril de 2009

Diego Figueiredo por Flavio Carpes

Ufa......duas semanas se passaram e aqui estou novamente para aquele papo gostoso com vocês. Confesso que deixei a ansiedade tomar conta e, quando me dei por achado, já estava em cima do laço e não sabia ainda sobre o que escrever. Acho que no tal sofá macio da sala da Patrícia, onde me escarrapachei, acabei pegando no sono. Não sou de me lembrar muito dos meus sonhos, mas desta vez foi diferente. Tudo era tão claro e real, que sentia cheiros, sensações, ouvia nitidamente sons, vozes e instrumentos. Isso mesmo! Sonhei que estava em minha casa, aqui no Rio de Janeiro, e o rádio tocava uma música; ótima por sinal. Um belo solo de violão. Logo reconheci o estilo. Era o violão de Diego Figueiredo. Alguém sabe quem é Diego Figueiredo? Possivelmente não, afinal suas músicas não tocam nas rádios....do Brasil. Pra quem não sabe, Diego é um músico de mão cheia. Nascido em Franca (SP) em 1980, desde os quatro anos de idade já brincava com instrumentos musicais. Aos 12 fez a opção pela guitarra e aos 15 já dominava palcos de teatros e casas noturnas de diversos estados, tocando solo ou acompanhado por renomados músicos. Estudou violão erudito, MPB e jazz em conservatórios de Franca, Ribeirão Preto e Tatuí. Em 2005 foi aclamado pelo Montreux Jazz Festival como um dos três melhores guitarristas do mundo e, em 2007, conquistou o segundo lugar no Montreux Jazz Guitar Competition, cujo júri foi presidido por George Benson. Já tocou e dividiu palco com Al Di Meola, John Scofield , Yellow Jackets, Hermeto Paschoal, Geraldo Azevedo, Sebastião Tapajós, Renato Borgueti, Osvaldo Montenegro, Toquinho, Tunai, Paulinho da Viola, Yamandú Costa, Marco Suzano, Dominguinhos, Moraes Moreira e Zeca Baleiro, entre outros. No final de 2007, Diego atendeu a um convite do patrocinador do Instrumental MPB, programa que apresentei por mais de um ano na MPB FM e fez uma belíssima apresentação na gravação do Instrumental MPB ao vivo, que fazíamos uma vez por mês. Foi um show! Simples, com seu jeitão interiorano, sentado num banquinho dentro de uma loja em pleno Casashopping, Diego tocava como se estivesse numa sala de concertos de Nova Iorque ou qualquer lugar assim, parecendo embalado por alguma inspiração superior.

E assim o fez, porque as cerca de 70 pessoas que prestigiaram sua apresentação, gostam e sabem ouvir música como em qualquer país do chamado primeiro mundo. Ah! Um detalhe que é uma pena e um privilégio ao mesmo tempo. Quem tiver a curiosidade de entrar no site dele www.diegofigueiredo.net, poderá observar na lista de apresentações dele, que a que ele fez pro Instrumental MPB, na Banhart, em 22 de novembro de 2007, foi a única apresentação desse monstro da guitarra no Rio de Janeiro. Com oito CD's e um DVD gravados, o penúltimo, Vivências, de março de 2008, que ele teve a gentileza de me mandar pelo correio, Diego não toca nas rádios do Rio de Janeiro, até porque ninguém sabe quem é Diego Figueiredo. O Youtube está cheio de belos vídeos de apresentações dele. Eu recomendo!
Mas voltando ao meu sonho, os últimos acordes do violão de Diego Figueiredo foram se misturando ao som de vozes e palmas; um burburinho e uma canção bem conhecida. Na sala, uma multidão cantava parabéns. Afinal, eu estou escrevendo isso hoje, dia 1º de abril, quando uma grande e querida amiga completa mais um ano de sua existência, e nós mais um ano desfrutando dessa deliciosa convivência com ela.
Vida longa, Patrícia Ferraz!!!
Flávio Carpes